Hambúrguer de feijão preto e batata-doce

Nos últimos tempos o blog tem estado um pouco parado porque de facto tenho tido mesmo pouco tempo para me dedicar. Não que não cozinhe, mas escrever uma receita implica anotar os tempos e as quantidades de tudo o que usar, ir tirando fotos, servir as coisas com o mínimo de apresentação… e depois passar tudo para o computador, escrever, formatar, corrigir… enfim. Embora seja por uma boa causa, um novo projecto profissional que nada tem a ver com tachos, tenho pena de não dedicar o tempo que gostaria aqui às receitas. Vou-me esforçar para o manter mais activo.

Serve esta justificação da minha ausência para introduzir esta receita que é daquelas coisas que dão muito, muito jeito nestas fases de andar sempre a correr! A chave do segredo para manter refeições caseiras equilibradas e saudáveis está na organização e no planeamento antecipado. Depois, há pequenos truques que ajudam a ter sempre comida pronta e a evitar disparates alimentares e gastos desnecessários… Os hambúrgueres, croquetes e almôndegas são óptimos para este propósito. São muito simples de preparar e o trabalho que dá a preparar 4 é quase o mesmo que para preparar 8 ou 16 por isso, vale a pena fazer sempre quantidades extra para congelar. Quando for preciso, vão directamente do congelador para a frigideira ou para o forno. Não é preciso tirar com antecedência para descongelar… Com uma salada ou uns legumes salteados, fica com uma refeição leve e saudável, em menos de nada. Ou, para uma refeição mais completa, podem ser servidos com legumes e cereais (o arroz integral cozido também se guarda bem no congelador).

IMG_8961

  • 4 chávenas de feijão preto cozido e escorrido
  • 1 cebola
  • 1 batatadoce média cozida
  • 1 pimento vermelho
  • 1 raminho de salsa ou coentros
  • 1 fio de azeite + 1 pouco para cozinhar os hambúrgueres
  • sal q.b.
  • 1 malagueta (opcional)
  • farinha de mandioca q.b. (pode substituir por pão ralado, farinha de trigo ou de grão)

IMG_8956

  1. Pique a cebola finamente e leve a refogar ligeiramente num fio de azeite (se gostar de cebola crua, pode saltar este passo).
  2. Pique o pimento, a malagueta (com ou sem sementes, dependendo do gosto) e a salsa.
  3. Num processador, coloque a batata cozida e 3 chávenas de feijão. Triture até fazer uma pasta homogénea.
  4. Junte o restante feijão, a cebola picada, o pimento, a salsa, a malagueta e o sal.
  5. Amasse para incorporar os ingredientes, mas não demasiado, para ficar com texturas diferentes,
  6. Deixe repousar a massa alguns minutos no frigorífico.
  7. retire colheradas da massa e molde os hambúrgueres do tamanho que desejar (de tamanho médio, dá para 9).
  8. Passe cada hambúrguer num prato com farinha de mandioca.
  9. Se for congelar, disponha-os num taperware, (se ficarem sobrepostos, separe-os com uma folha de papel vegetal) e leve imediatamente ao congelador.
  10. Para cozinhar, leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite e, quando estiver quente, coloque os hambúrgueres e deixe dourar uns minutos de cada lado.
  11. IMG_8957

IMG_8958 IMG_8960

Feijoada de Shitake

Recentemente introduzidos no mundo ocidental, os cogumelos shitake são utilizados na medicina chinesa há mais de seis mil anos. Ao que parece o shitake é o segundo cogumelo mais consumido no mundo (o primeiro é o paris ou branco).
Este fungo delicioso, cultivado em troncos de árvore, é quase um super alimento, de tantas propriedades que tem e é um bom aliado no combate ao colesterol e na protecção do sistema cardiovascular:
• É rico em selénio;
• Boa fonte de vitamina B2, B3, B5 e B9 (ácido fólico)
• Contém vitamina B3É uma óptima fonte de Vitamina B9 (ácido fólico), nutriente essencial para gestantes;
• Tem uma boa concentração de vitamina D (somente os cogumelos desidratados que foram expostos ao sol para secagem);
• Muito rico em cobre
• Contem uma boa concentração de zinco, magnésio e cálcio
• Ricos em proteínas
IMG_0835
Estes cogumelos ficam óptimos salteados e grelados mas desta vez fizeram parte de um prato mais substancial!
Esta feijoada é uma delícia. Como todas as feijoadas, no dia seguinte fica ainda melhor, mais apurada e com o molhos mais grosso. Já estou com saudades…

IMG_0833

  • 4 chávenas de feijão preto cozido
  • 4 a 5 chávenas de água de cozer o feijão
  • 170g de cogumelos shitake
  • 1 cebola roxa
  • 1 dente de alho
  • 1 cenoura grande ou 2 pequenas
  • 1 fio de azeite
  • 1 folha de louro
  • Sal q.b.
  • 1 raminho de salsa

IMG_0845

  1. Corte a cebola em rodelas e refogue-a num fio de azeite.
  2. Entretanto, corte os cogumelos, os alhos em lâminas e as cenouras em cubos pequenos.
  3. Junte os cogumelos no tacho e deixe cozinhar por 5 minutos, mexendo frequentemente.
  4. Quando os cogumelos estiverem bem murchos, junte o alho laminado e a cenoura .
  5. Tempere com o louro e uma pequena pitada de sal.
  6. Acrescente a restante água conforme necessário e deixe apurar 15 minutos.
  7. No final, polvilhe com salsa picada grosseiramente.
  8. Pode servir com arroz branco e couve salteada.

IMG_0836

Húmus de Feijão Branco

A receita tradicional de húmus (ou hummus, ou hoummus, ou homus…) é feita com grão-de-bico, que era a que costumava fazer. Mas como ultimamente tenho cozido mais vezes feijão branco, comecei a fazê-lo assim. E digo-vos, ainda não decidi de qual eu gosto mais!

Eu costumo fazer em quantidade e depois congelo em pequenas doses para ir comendo. É super prático para levar de lanche para o trabalho, para a escola, para a praia… Como entrada ou como petisco também resulta muito bem!

O melhor de tudo é que é uma receita só de um passo, o que dá imenso jeito quando se tem outros pratos para fazer.

Tenho feito sempre com tahini de compra, mas quando voltar a precisar, vou experimentar fazer em casa.

IMG_3990

  • 3 ch. de feijão branco cozido e mal escorrido
  • 2 c. de sopa de tahini
  • 2c. de sopa de azeite
  • 1 limão (só o sumo)
  • 1 dente de alho

IMG_0457

  1. Junte tudo no processador e triture até ficar uma pasta homogénea.
  2. Sirva com pão torrado ou palitos de legumes (cenoura ou aipo, por exemplo).

Nota: Antes de servir, pode regar com um fio de azeite para ficar brilhante!

IMG_0455

Feijão Tropeiro

O feijão tropeiro é um prato típico do Brasil, mais concretamente do estado de Minas Gerais. A receita original é feita com ovos e bacon. Quando pensei em fazer uma versão vegan, a primeira coisa que me lembrei para substituir estes dois ingredientes foi o tofu fumado. Nunca comi a versão original por isso não sei comparar, mas esta resulta muito bem!

E quem havia de dizer que de um quintal da beira alta iriam sair quase todos os ingredientes (à exceção do tofu e da farinha de mandioca) para fazer um prato lá do outro lado do oceano?

IMG_2161 (1)

  • 400g de feijão frade (pode usar preto ou vermelho)
  • 1 cebola
  • 4 ou cinco folhas de couve galega ou portuguesa
  • 250g de tofu fumado
  • 70g de farinha de mandioca
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • Um raminho pequeno de salsa cortada ou picada

IMG_2160

  1. Corte das folhas de couve em tiras largas e o tofu em cubos pequenos e reserve.
  2. Numa frigideira grande ou num wok, aqueça um fio de azeite com um dente de alho e salteie a couve. Tempere com uma pitada de sal e reserve.
  3. Acrescente mais um pouco de azeite na frigideira e frite o tofu até estar dourado de todos os lados. Retire e reserve.
  4. Pique a cebola e refogue-a no azeite onde fritou o tofu, até estar translucida.
  5. Acrescente à cebola o feijão cozido e escorrido. Junte também o tofu e mexa com algum cuidado para não partir o feijão.
  6. Polvilhe tudo com a farinha de mandioca e mexa para envolver bem.
  7. Junte agora a couve salteada.
  8. Transfira para uma travessa de servir e salpique com a salsa cortada.IMG_2176

Hambúrguer de feijão preto e milho

Por cá o feijão preto, quase sempre, é significado de acompanhamento de picanha. Mas, felizmente pode ser muito mais do que isso. Pode ser usado em guisados, hambúrgueres, sopas e até em muffins (nunca experimentei, mas vou faze-lo em breve)!

Além de saboroso, o feijão preto é rico em fibras, ácido fólico, ferro, cálcio, potássio e antioxidantes. Além disso, é também uma boa fonte de proteínas, por isso deve ser incluído com frequência na dieta vegetariana.

Para cozer o feijão preto, à semelhança de qualquer outro feijão, deve deixá-lo de molho pelo menos 8 horas. A água de demolhar o feijão não deve ser usada para o cozer. Cozo-o sempre na panela de pressão por cerca de 15 a 20 minutos depois de começar a “apitar”. Normalmente cozo uma quantidade maior para congelar. Claro que pode sempre usar de lata ou de frasco mas, é mais caro, menos saudável e menos ecológico.

Estes hambúrgueres podem ser congelados antes de irem ou forno ou a fritar mas, nesse caso, o feijão cozido não pode ter sido congelado antes.

IMG_1547

Ingredientes

  •  Duas chávenas de feijão preto cozido
  • Uma chávena (mal cheia) de milho cozido
  • Três colheres de sopa de flocos de aveia
  • Uma chalota ou uma cebola pequena
  • Meio pimento vermelho/amarelo
  • Um fio de azeite
  • Uns raminhos de coentros
  • Uma pitada de sal
  • Meia colher de café de cominhos
  • Meia colher de café de piripiri (facultativo)
  • Meia colher de pimenta moída

Preparação

  1. Comece por fazer a farinha de aveia, moendo os flocos no processador até ficarem em pó. Reserve.
  2. Pique a chalota e o pimento e refogue uns min
    utos num fio de azeite (bimby: 5s. vel 7 + 7min. vel 1, temp. 100 ou 120)
  3. Transfira a cebola e o pimento para um processador, Junte uma chávena e meia de feijão e 1/4 de chávena de milho, a farinha, os coentros e moa até fazer uma pasta homogénea (bimby, 20s, vel 10). Em alternativa pode usa a varinha mágica.
  4. Tempere com o sal, o piripiri, os cominhos e a pimenta.
  5. Junte os restantes feijões e milho e misture sem os desfazer (na bimby, use a colher inversa em vel colher ou 1).
  6. Retifique os temperos.
  7. Com as mãos molhadas (para a pasta não ficar colada) molde os hambúrgueres do tamanho que desejar (dá para cerca 6 de tamanho médio).
  8. Leve ao forno num tabuleiro untado com azeite durante cerca de 25 minutos a 180º.

Sugestões:

Em vez da farinha de aveia, pode usar farinha de arroz, de trigo ou pão ralado.

Pode também fritar os hambúrgueres num pouco de azeite, em vez de irem ao forno.

IMG_1543